sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Dando início ao campo, por Alline Torres

Aqui disponibilizo algumas informações acerca de uma primeira exploração etnográfica junto às chamadas botánicas: espaços comerciais (e em alguns casos de consultas e trabajos) nos quais são comprados objetos “religiosos”, produtos químicos, especiarias e plantas de uso “medicinal” e “espiritual”. Elas estão embasadas no trabalho de campo que realizei por quase três meses na cidade de San Juan (Porto Rico), entre fevereiro e abril de 2010, em uma botánica, mas é produto também do convívio residencial que estabeleci com uma família de migrantes da República Dominicana, cuja figura central é a responsável por aquele estabelecimento.





Imagem 1. Botánica em que iniciei meu trabalho de campo. Março de 2010.

Foto: Alline Torres.


Lachatañeré (1942), em um artigo intitulado “Los jardines botánicos de Harlem”, explicitou o projeto de investigação dos Botanical Gardens (à época “boticas”) da cidade de Nova Iorque enquanto uma expressão cultural antilhana. Em direção às boticas (hoje conhecidas como botánicas nas cidades caribenhas e norte-americanas), migrantes antilhanos (porto-riquenhos, cubanos, dominicanos e haitianos) se dirigiam para comprar ervas e raízes com propriedades medicinais que funcionavam pela ação de forças sobrenaturais; fórmulas de encantamentos mágicos; litografias cujas imagens representavam esteticamente santos católicos; e velas para invocações.


A partir dessa experiência em campo pretendo desenvolver uma etnografia sobre o consumo de objetos (imagens, quadros, velas, incensos, amuletos, sprays, baños, despojos, aceites, águas e essências “espirituais”), de produtos químicos, e de certas plantas e especiarias definidas como “medicinais” e “espirituais” entre migrantes da República Dominicana em Porto Rico que prestam cultos aos “seres”, “santos”, “luases” ou ainda aos “misterios”. Esses termos, originários do francês creole falado pelos haitianos, podem se referir a uma série de espíritos que “montam” os seres humanos (ou que os seres humanos “montam”, segundo me disse uma interlocutora dominicana), transformando-os assim em “caballos” ou “servidores de los misterios” por meio da possessão de seus corpos.


Esses cultos, que segundo alguns autores (Deive, 1975; Alegría-Pons, 1993) se configurariam como “vodu dominicano”, é visto por alguns autores como uma influência das relações históricas entre migrantes haitianos que se deslocaram para a parte oriental da ilha de Santo Domingo (de colonização espanhola), e que nela se inseriam como trabalhadores dos bateys. Conforme Alegría-Pons (1993:115), o batey é um lugar ocupado por habitações e barracões onde vivem haitianos e dominicanos, localizando-se ao redor do engenho açucareiro.


O chamado “vodu dominicano”, apesar das diferenças em torno da organização sacerdotal e ritual do vodu haitiano (Peguero, 2000) é como esse último praticado através do culto aos “seres”, “santos”, ou ainda “misterios”, o que se dá, principalmente, pela produção de altares com diversos objetos e imagens, pela possessão corporal e transe, e pelo cumprimento de um calendário ritual específico.


Através da observação participante na botánica foi possível perceber que diferentes tradições religiosas – espiritismo, santería de “origem” cubana, e os chamados “misterios” (termo nativo dominicano para se referir aos espíritos e, às vezes, à categoria  "los muertos" ) se cruzam nesse espaço social, no qual um amplo universo de pessoas, objetos, e “seres” estão também em circulação e ação. Num cenário constituído por uma série de imagens, velas e águas, essências e azeites “espirituais”, baños e despojos, os rótulos desenhados e as cores dos líquidos e materiais informam aos consumidores (ainda que nem todos consigam compreender as mensagens que as imagens dessas mercadorias transmitem) que se tratam de objetos de San Miguel Arcángel (Belié Belcan), Santa Marta La Dominadora, San Elias (El Barón del Cementerio), "San" Santiago Apóstol (Ogún Balendyó), Santa Ana (Anaísa), San Carlos Borromeu (Papa Candelo), Santa Clara, Virgen La Dolorosa (Metresili), San Expedito (Guedé), ou ainda do Gran Poder de Dios, nomes católicos para algumas dos "misterios". 


Ao lado dessas mercadorias cuja estética, além dos próprios nomes, comunica que elas representam os espíritos "vodu'" sincretizadas aos santos católicos – expressando-se assim parte do panteão dos “misterios” cultuados por haitianos e dominicanos –, era possível encontrar também outras que se referiam aos santos/orishas da santería cubana. Desse modo, La Caridad del Cobre, La Virgen de Regla, San Norberto, Santa Barbara, San Francisco de Assis, La Virgen de la Candelaria, San Lazaro, San Pedro estavam representados em outras tantas velas e frascos com águas “espirituais”, dentre outros objetos.





Imagem 2. Velas referentes à santería cubana e aos misterios: La Caridad del Cobre, Los 7 Poderes Indios, Papa Candelo, San Marcos de Leon, Chango Macho e Cristo de Los Milagros.  Março de 2010. Foto: Alline Torres.



Imagem 3. As chamadas "águas espirituais" de dois misterios Papa Candelo e Santa Ana (Anaísa). Março de 2010.  Foto: Alline Torres.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Meu regresso a San Juan, no início de setembro, foi planejado em função do que, durante a minha primeira estada, me pareceu ser a festa para los misterios mais esperada e valorizada pelos dominican@s com quem conversei e convivi durante os quase três meses que vivi na cidade.  Ela aconteceria no dia 29 de setembro, dia de San Miguel Arcángel. Mas as observações participantes na botánica também despertaram a minha atenção para a importância de San Miguel Arcángel na vida de outras pessoas, em geral dominican@s, que iam até lá comprar uma variedade de produtos e objetos que traziam impressos a sua imagem. Pouco a pouco, no entanto, percebi que San Miguel era também popular entre os porto-riquenhos e, numa conversa durante um almoço com uma professora universitária porto-riquenha sobre o tema da minha pesquisa, ela me revelou que sua avó cultuava San Miguel. A senhora foi mãe solteira e, por isso, não poderia freqüentar a paróquia católica de seu pueblo. Segundo essa interlocutora, sua avó depositava muita fé em San Miguel para lidar com situações adversas como essa, devido à sua condição. Entre os dominicanos que foram e estão sendo meus interlocutores, a fé em San Miguel aparece ligada à proteção - o que seria a sua característica fundamental -, e abarca uma série de situações, especialmente as relacionadas à produção de danos - materiais e espirituais - a seus protegidos. Ainda durante a minha primeira estada, em uma conversa com um interlocutor dominicano sobre o "santo", enquanto ele me explicava quem era San Miguel ele me deu acesso a uma dimensão da vida coletiva com a qual eu não estava habituada; e, desde então, é a ela que meus esforços de pesquisa vêm sendo dirigidos. Segundo ele  "San Miguel es un santo vivo". A imagem abaixo faz parte de um grande altar, e foi por mim reproduzida durante as chamadas "Horas Santas", ritual por meio do qual se homenageiam, se agradecem e se celebram San Miguel e a chegada de Belié Belcan entre os presentes por meio da possessão corporal desse espírito do panteão de los misterios.


Imagem 4. Altar para San Miguel Arcangél/Belié Belcan. Festa realizada em ambiente doméstico, San Juan, 28/9/10. Foto: Alline Torres.



No dia 29 se celebram festas para San Miguel Arcángel/Belié Belcan. Elas aconteceram na República Dominicana, mas também em Porto Rico, em geral, com a organização de um altar e música, a preparação e distribuição de comidas e bebidas, e o uso de alguma vestimenta ou adereço vinculado às suas cores, como é possível ver nesse pequeno vídeo, que captura um pouco das diversas formas como a celebração a los misterios pode se manifestar entre os dominican@s que vivem em San Juan.




Altar para San Miguel Arcángel. Festa realizada em um bar, San Juan, 29/9/10.
Vídeo: Alline Torres.


Imagem 5. Produtos  e objetos vendidos nas botânicas do Mercado Municipal de São Francisco de Macorís, cidade ao norte da República Dominicana. Outubro de 2010.

 Foto: Alline Torres.



Imagem 6. Botánica em que venho desenvolvendo o trabalho de campo. Novembro de 2010.

Foto: Alline Torres.


Circulação em Porto Rico de produtos haitianos - as chamadas "matas de la frontera" entre o Haiti e a República Dominicana - receitados em uma botánica para "sacar las cosas malas".

Imagem 7. Mata guanguá. Novembro de 2010.
Foto: Alline Torres.


Imagem 8. Mata bacá. Novembro de 2010.
Fotos Alline Torres.




Imagem 9. Venda de  objetos religiosos em um mercado em Havana. Setembro de 2010.
Foto: Desmond Boylan/ Reuters.
Fonte: http://especiais.ig.com.br/zoom/cuba-2010/
Visto em 18/12/2010.


quarta-feira, 22 de dezembro de 2010 [Em construção]


The Dominican Southwest (Part 1), Martha Ellen Davis (director) and Miguel Hernandéz (producer), 2004. Também disponível em http://ufdc.ufl.edu/?b=UF00086649





quarta-feira, 27 de janeiro de 2011

Altá di Korsòu (Altars of Curaçao)...

Imagem 10. Altá di  deboshon katóliko.
Fonte: NAAM, 2009.

pequena exposição organizada pelo National Archaeological Anthropological Memory Management (NAAM) entre setembro de 2009 e fevereiro de 2010, em homenagem a Paul Brenneker e Elis Juliana, reconstrói a presença de los misterios em Curaçao através de instalações que recriam um  Altá di  Ofrenda Lele Toni e Altá di Misterio . "African spirits behind catholic masks" foi uma comunicação de Roberto Harms por ocasião do evento. 



quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011.

                              

  

"Identificando el universo espiritual de los misterios entre dominican@s en Puerto Rico: un enfoque etnográfico desde las botánicas", é uma conferência realizada por mim no Instituto de Estudios del Caribe, Universidad de Puerto Rico, recinto Río Piedras, e comentada pelo Dr. José Torres Cabán, de la UPR, recinto Bayamón, parte do ciclo CONFERÊNCIAS CARIBEÑAS 8, em que apresento um panorama de minha investigação antropológica sobre materialidade e cosmologia entre @s dominicano@s que "atendem los misterios". Para assistir à conferência, clique aqui.


quarta-feira, 13 de abril de 2011.



The Institute of Caribbean Studies, of the University of Puerto Rico-Rio Piedras (UPR-RP), invites the academic community and the general public to the lecture “Quijote and Caliban: Another Look at Creolization,” by Dr. Sidney W. Mintz, William L. Straus, Jr., Professor Emeritus, Department of Anthropology, Johns Hopkins University. Dr. Juan Giusti Cordero, Department of History, College of Humanities, UPR-Rio Piedras, will introduce the speaker. The activity will be held on Wednesday, April 13, from 1:00 to 3:00 p.m. in Amphitheatre CRA 108 of Carmen Rivera de Alvarado (CRA) Building, Faculty of the Social Sciences, UPR-RP. This lecture will be broadcast LIVE online through the following website: http://www.ustream.tv/channel/cc71  Comments and suggestions on this presentation will be very welcome at: iec@uprrp.edu



sexta-feira, 10 de junho de 2011.

"Relações cosmológicas e práticas de "brujería" entre imigrantes da República Dominicana", trabalho a ser apresentado na XI Reunião de Antropologia do Mercosul, na Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, entre 10 e 13/7/2011, dá início às reflexões iniciais que visam transformar o material de campo em escrita antropológica. Neste texto esboço algumas considerações e suposições preliminares acerca das relações entre humanos e não-humanos por meio de objetos, substâncias, corpos e espaços.  
Para ler o trabalho, clique aqui.


quarta-feira, 17 de agosto de 2011.





INFO: 61.8525.7506 / CINEPAC.UNB@GMAIL.COM

O QUE É O CINEPPAC?
  • O CINEPAC é uma iniciativa do Centro de Pesquisa e Pós-graduação sobre as Américas (CEPPAC) da Universidade de Brasília. Visa levar para a comunidade acadêmica tanto quanto para a comunidade próxima a UnB, seleções de produções cinematográficas sejam longas-metragens, curtas-metragens, de ficção ou de caráter documentário que tratem temáticas sobre a sociedade, cultura e política nas diversas regiões.
  • O evento pretende que os assistentes tenham  acesso a projeto fílmicos independentes, raros ou de pouca distribuição no Brasil que nos façam refletir e ter uma percepção mais ampla das complexidades nas Américas.
  • Será realizado todas as últimas quartas-feiras de agosto a novembro de 2001 no Sebinho as 19H.
  • Após, contaremos com conhecedores das problemáticas apresentadas nos filmes que presentaram comentários de 10 a 15 minutos.
SOBRE "El Salvador"  

Dirección: Diego de la Texera / País: El Salvador / Língua: Español / Duración: 77 min. / Año: 1980

Productora: Instituto Cinematográfico de El Salvador Revolucionario 


Sinopsis: La lucha de El Salvador y su historia revolucionaria, desde los tiempos de la conquista y colonización españolas, hasta la insurgencia de los años 80 y la guerra, abordadas por un cineasta puertorriqueño inmerso en el conflicto de forma clandestina.

SOBRE: "Culebra"

Dirección: 
Diego de la Texera / País: Puerto Rico / Língua: Español / Duración: 30 min. / Año: 1971

Productora: 
Sandino Filmes, Inc.



Sinopsis: O começo da resistencia na pequena ilha em contra o U.S. NAVY e suas práticas militares.


SOBRE O DIRETOR: Diego de la TexeraUm escritor e um produtor, Diego de la Texera nasceu em Porto Rico e foi aluno da New York University. Fundou a Sandino Filmes em 1970 em San Juan, Porto Rico, onde ele dirigiu muitos documentários, e filmagens para TV. Durante os anos 70, na Nicaragua, ele ajudou a organizar a propaganda contra a ditadura de Somoza. Seus filmes e projetos sempre tiveram um fundo político, e a eterna luta humana pela liberdade. Nos anos 90 se mudou para o Rio de Janeiro onde ele fundou a Cinelândia Brasil Produções. Seu último longa foi o filme "Meteoro", um sucesso em crítica e público.

LINKS:

CEPPAC: http://e-groups.unb.br/ics/ceppac/index.php
SEBINHO: http://sebinho.com.br/



segunda-feira, 3 de outubro de 2011.





HAITI AND THE DOMINICAN REPUBLIC

Friday, October 14 - 7:00pm
Schomburg Center for Research in Black Culture
515 Malcolm X Blvd. (135th Street), New York

Mirrors of the Heart: Race and Identity, Lourdes Portillo (1993, 30 mins). Lourdes Portillo's 1993 film explores racial consciousness and identity in the Dominican Republic and Haiti. Mirrors of the Heart is a  compelling companion piece to the recently completed Haiti & the Dominican Republic: An Island Divided.

Haiti and the Dominican Republic An Island Divided, Henry Louis Gates (2011,1 hr.). In the Dominican Republic, Professor Gates explores how race has been socially constructed in a society whose people reflect centuries of inter-marriage, and how the country’s troubled history with Haiti informs notions about racial classification. In Haiti, Professor Gates tells the story of the birth of the first-ever black republic, and finds out how the slaves’s hard fight for liberation over Napoleon Bonaparte’s French Empire became a double-edged sword. 


See...





quarta-feira, 30 de novembro de 2011.

Yolanda The heroic journey of a poor single mother who escapes her dire circumstances by emigrating with her 8 year old son across the turbulent sea to Puerto Rico. Short Film, Cristian Carretero - Writer/Director.


The Story

Set in the Dominican Republic, Yolanda tells the story of the heroic journey of a poor single mother who decides to escape her dire circumstances by emigrating with her 8 year old son across the turbulent sea to Puerto Rico. With few resources and no allies, Yolanda leaves her life in the slums and ventures to the coast. 

terça-feira, 3 de abril de 2012


The Institute of Caribbean Studies, of the University of Puerto Rico-Río Piedras (UPR-RP), invites the academic community and the general public to the lecture “Gade nan mizè-am tonbe: Las prácticas del Vodou en Haití ante la crisis ambiental” by Dr. Lizabeth Paravisini-Gebert,  Professor of Hispanic Studies on the Randolph Distinguished Professor Chair; Director of Environmental Studies and Director of Latin American and Latino/a Studies, and Professor, Program of African Studies, Vassar College.  Jean Ourdy Pierre, Ph.D. Candidate, Hispanic Studies Graduate Program, College of Humanities, UPR-RP, will comment the lecture. The activity will be held on Thursday, April 12, from 1:00 to 3:00 p.m. in Amphitheatre Manuel Maldonado Denis (CRA 108) of Carmen Rivera de Alvarado (CRA) Building, Faculty of the Social Sciences, UPR-RP.

This lecture will be broadcast LIVE online through the following website: http://www.ustream.tv/channel/cc71
Comments and suggestions on this presentation will be very welcome at: iec.ics@upr.edu
The Institute of Caribbean Studies in FACEBOOK


terça-feira, 25 de setembro de 2012

Desenvolvendo o trabalho de escrita etnográfica ao longo deste ano, apresentarei um texto de caráter fundamentalmente etnográfico na VI Jornada de Alunos do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal Fluminense, a ser realizada entre 1 e 4 de outubro, no Grupo de Trabalho Ritual e Performance. Parte do trabalho que escrevi foi disponibilizado on line, e pode ser lido no seguinte link: http://www.4shared.com/office/x_pLHUUl/AllineCruz.html   






Bibliografia Básica
Alegría-Pons, José Francisco. 1993. Gagá y vudú en La República DominicanaEnsayos Antropológicos. Puerto Rico/Santo Domingo: Ediciones El Chango Prieto.

Davis, Martha Ellen. 1987. La otra ciencia: el vodú dominicano como religión y medicina populares. Santo Domingo: Universidad UASD.

Deive, Carlos Esteban. 1975. Vodu y magia em Santo Domingo. Santo Domingo: Museo del Hombre Dominicano/Colección Departamento Ciencias Sociales, Serie Antropología Cultural.

Lachatañeré, Rómulo. 2004 (1942). “Los Jardines Botánicos de Harlem”. In: El sistema religioso de los afrocubanos, Romulo Lachatañeré. Habana: Editorial de Ciencias Sociales.

Rosenberg, June. 1979. El Gaga: Religión y Sociedad de un Culto Dominicano. Santo Domingo: Editora Alfa y Omega.




Textos disponíveis na web
Adams Jr. Robert Lee. 2006. "History at the crossroads: vodú and modernization of the Dominican Borderland". In: Globalization and race: transformations in the cultural production of blackness. (ed:) Clarke, Kamari Maxine and Deborah Thomas. Duke University Press, pp.55-72

Apter, Andrew. 2004. "Herskovits's Heritage: Rethinking Syncretism in the African Diaspora". In: Syncretism in Religion. A Reader. Leopold, Anita M. & Jeppe S.Jensen. London: Equinox, pp. 160-184. http://www.sscnet.ucla.edu/history/apter/herscovits.pdf

Apter, Andrew & Derby, Lauren. 2010. "Introduction". Activing the Past: history and memory in the Black Atlantic World. Cambridge Scholars Publishing, pp. 1-44.


Barber, Karin. 1981. "How man makes God in West Africa: Yoruba attitudes towards the Orisa". Africa 51(3):724-45.
https://www.amherst.edu/media/view/93719/original/HowManMakesGod.pdf

Biton, Marlène-Michèle. 1997.  "Legba: un vodoun singulier du Golfe du Bénin, ses fonctions, ses representacions". Arts Afrique noire, Arts premiers, N. 104 (25-34).
http://jacqver.pagesperso-orange.fr/texte/art/legbaunvodoun.htm

Cañedo-Argüelles, Teresa. 2007. "Des-precio y revalorización de la negritude dominicana en el siglo XXI". In: Orbis Incognitvs. Avisos y Legajos del Nuevo Mundo, (org:) Antolín, Fernando Navarro, Vol. 2. España: Universidad de Huelva , pp.745-752.
http://www.africafundacion.org/IMG/pdf/canedo_arguelles_Negritud_dominicana_siglo_XXI.pdf

Cosentino, Donald. 2010. "Conversations with Manuel Congo: kings and slaves in the escathology of espiritismo". 415:422. In: Apter, Andrew & Derby, Lauren.  Activing the Past: history and memory in the Black Atlantic World. Cambridge Scholars Publishing, pp. 415-422.
http://www.wac.ucla.edu/wac_139/Black_Atlantic_Religion/Readings_files/13%20Cosentino%20FIN.ED.pdf

Cunha, Olivia M. Gomes da. 2007. "Travel, Ethnography, and Nation in the writings of Rómulo Lachatañéré and Arthur Ramos". New West Indian Guide, Vol. 81, N. 3 & 4: 219-257.
http://www.kitlv-journals.nl/index.php/nwig/article/viewFile/3595/4354

Dalmaso, Flávia Freire. 2009. A magia em Jacmel: uma leitura crítica da literatura sobre o vodu haitiano à luz de uma experiência etnográfica. Rio de Janeiro/Dissertação (Mestrado): UFRJ/Museu Nacional/ Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
http://teses2.ufrj.br/Teses/PPGAS_M/FlaviaFreireDalmaso.pdf

Davis, Martha Ellen. 2007.  "Vodú of the Dominican Republic: Devotion to "La Veiteuna División". Afro Hispanic Review. Volume 26, Number 1:75-90.

Dayan, Joan. 2004.  "A few stories about Haiti, or, stigma revisited". Research in African Literatures, Vol. 35, N.2 (157-172). http://muse.jhu.edu/journals/research_in_african_literatures/v035/35.2dayan.pdf

Derby, Lauren. 1994. "Haitians, Magic, and Money: Raza and Society in the Haitian-Dominican Borderlands, 1900 to 1937." Comparative Studies in Society and History, Vol. 36, No.3: 488-526.
http://www.cielonaranja.com/derbyborderlandsdr.pdf


____________. 1999. "The Dictator's Two Bodies: Hidden Powers of State in the dominican imagination". ETNOFOOR, XII(2): 92-116.
http://www.sscnet.ucla.edu/history/derby/derby_dictator_hidden_power_dominican_republic.pdf


____________. 2003. “Race, national identity and idea of value on the Island of Hispaniola”. In: Naro, Nancy Priscilla (ed.). Blacks, coloured and  national identity in nineteenth-century Latin America. London: Institute of Latin America Studies/School of Advanced of London, University of London p. 5-37.http://www.sscnet.ucla.edu/history/derby/naro_blacks_coloureds_national_identity.pdf


Drotbohm, Henke. 2008. "Of spirits and virgens: situating belonging in haitian religious spaces in Montreal, Canada". Suomen Antropologi, 33/1: 33-50.http://www.ethno.uni-freiburg.de/drotbohmspiritsvirgins2008.pdf

Dubois, Laurent. 2001. "Vodou and History". Comparative Studies in Society and History. Vol. 43, No.1: 92-100. www.utm.utoronto.ca/~dwilliam/his345/A-Dubois-Vodou.pdf

Guitar, Lynne. "Criollos - El nacimiento de la identidad americana y de la cultura americana en la Hispaniola". Boletin Publicaciones Cultura/Criollos, Museo del Hombre Dominicano, Santo Domingo.
http://www.museodelhombredominicano.org.do/Boletin-Publicaciones-Cultura/Criollos.pdf 

Holbraad, Martin. 2004. "Religious 'Speculation'. The rise of Ifá Cults and comsuption in Post-Soviet Cuba". Journal of Latin American Studies, Vol. 36,  No. 4: 643-663.
http://www.jstor.org/stable/pdfplus/3875534.pdf?acceptTC=true

Jonhson, Paul C. 2007. Diaspora Conversions. Black Carib Religion and the Recovery of Africa. University of California Press. http://gen.lib.rus.ec/book/index.php?md5=241F7D90DB0BDADEE30968CEF4BA3139

Martínez, Samuel. 1997. "The masking of history: popular images of the nation on a dominican sugar plantation". New West Indian Guide, no. 7, vol. 3 & 4: 227-248.  
http://www.kitlv-journals.nl/index.php/nwig/article/view/3525/4286

McElroy, Isis Costa. 2007. " Afro-Brazilian Altar-Poems. The textual poetics of pontos-riscados". Afro-Hispanic Review, Volume 26, Number 1:103-120.
canafro.iglooprojects.org/download/library/humanright/isiscostam?...1


Mohammed, Patricia. 2005.  "The sign of Loa". Small Axe, Number 18 (Volume 9, Number 2): 124-149.


Murphy,Joseph. "Objects that speak creole: juxtaposition of shrine devotions at botánicas in Whasington, DC". In: Material Culture, v.6, issue 1, pp.86-109.
http://www.ingentaconnect.com/content/berg/mar/2010/00000006/00000001/art00004?


Ochoa, Todd Ramón. 2005. "Aspects of the dead". In: Font, Mauricio (ed.). Cuba Today. Continuity and Change since the 'Periodo Expecial'.  Bildner Center for Western Hemisphere Studies/The Graduate Center, The City University of New York. http://web.gc.cuny.edu/dept/bildn/publications/documents/Ochoa17.pdf


Palmié, Stephan. 2006. “Thinking with ngangas: reflections on embodiment and the limits of ‘objectively necessary appearances”. Comparative Studies in Society and History,852-886. http://www.princeton.edu/~hos/workshop%20III%20papers/Palmie.pdf

_____________. 2007. "O trabalho cultural da globalização iorubá". Religião e Sociedade. Rio de Janeiro, 27(1)77-113.

Palmié, Stephan & Pérez, Elizabeth. 2005. "An all too present absence. Fernando Ortiz's work on Abakuá in its sociocultural context". New West Indian Guide, Vol. 79, No.3 & 4: 219-227.

Peguero, Luis. 2000. “¿Vodú dominicano o vodú en Santo Domingo?” Ciencia y Sociedad, Volume. XXV, número l Enero – Marzo, p. 108-142. http://www.intec.edu.do/biblioteca/cienciaysociedad/2000/Vol%FAmen%2025-%20N%FAmero%201/199.pdf

Pietz, William. "The problem of the fetish I, II & IIIa". RES 13 Spring 87:5-17; 23-45; RES 16 Autumn 88:105-120. 
http://townsendlab.berkeley.edu/sites/all/files/Pietz%20The%20Problem%20of%20the%20Fetish.pdf

Richman. Karen. 2003. "Miami money and Home Gal". Anthropology and Humanism, 27(2): 119-132. http://www.clas.ufl.edu/users/hebble/miamimoney.pdf

____________. 2008 "A more powerful sorcerer: conversion, capital, and Haitian transnational migration". New West Indian Guide, vol.82, no 1&2, pp.3-45.

Romberg, Raquel. 2005.  "Ritual Piracy or Creolization with an attitude". New West Indian Guide, vol 79, no.3&4: 175:218.

Routon, Kenneth. 2008. "Conjuring the past: slavery and historical imagination in Cuba". American Ethnologist, Vol.35, N.34: 632-649.


Sánchez Carretero, Cristina. 2008. “La creencia en la ‘no-creencia’ de los espiritus y otras cartografías de lógicas religiosas: el caso de los centros de portadoras de misterio dominicano en Madrid”. In. Cornejo, Mónica; Cantón, Manuela e Llera, Ruy. (org:.). Teorías y prácticas emergentes en la antropología de la religión. 1ªed. San Sebastián: Ankulegi, V.10, p. 253-271.

______________________. 2005. “Santos y Misterios as Channels of Communication in the Diaspora: Afro-Dominican Religious Practices Abroad”. Journal of American Folklore. Volume118,Number469,p.308326http://digital.csic.es/bitstream/10261/14052/1/2005_JAF.118.3_Santos%20y%20Misterios.pdf

Thompson, Robert Farris. 1984.  "The Rara of the universe: vodun religion and art in Haiti", In: Thompson, Robert Farris, Flash of the Spirit. Afro and Afroamerican art and philosophy. New York: Vinatge Books, pp.163-293.  http://www.iupui.edu/~womrel/REL%20300%20Spirit/REL%20300_Spirit/VodouArt_FlashSpirit3.pdf









Um comentário:

  1. Cara Alline, gostei muito do blog, das noticias sobre o teu trabalho e dos dois filmes.
    abrs
    Fania

    ResponderExcluir